Posts Visionários
Estou revisando meu blog e separando os posts que acho que foram visionários sobre política ou mudanças sociais. Estou em janeiro de 2007

2 de janeiro de 2007
Mais um post que precisa de reciclagem, mas aponto nele sementes do terrorismo do Estado, do conservadorismo medieval que viria a alimentar o fascismo.

23 de dezembro de 2006
Um dia eu também culpei o individualismo, era elitismo ea falta de cidadania que vemos em bolsomínions hoje. Dá para aproveitar algumas coisas do post para entender o caminho até aqui.

8 de dezembro de 2006
Desculpem pela sessão auto-ajuda no post, mas as considerações sobre amadurecimento, jovialidade e os valores do próximo paragima da civilização são bons e até que estão começando a se materializar.

4 de dezembro de 2006
Falando sobre a importância de mais controle sobre a publicidade para crianças, mas abordando um tema que se tornou recorrente:
Precisamos construir uma cultura do conhecimento.
Na época pensava na substituição da cultura do consumo pela cultura do conhecimento. Hoje percebo que é mais viável uma cultura de consumo do conhecimento, que, no entanto, também traz problemas.
O título do post é ruim. Faz analogia com 2 coisas que deveriam ser tratadas diretamente.

30 de novembro de 2006 #blog
Anunciava uma ação social, mas as considerações sobre o que devíamos estar fazendo para desenvolver nossa sociedade, por quê e como valem a pena.
Está aí o registro de que o elitismo fascista já nos cercava, mas também está a sugestão de que o caminho para ter uma sociedade mais civilizada está na consciência de que estamos no “mesmo barco”, na contribuição com cultura, experiência, conhecimento muito além de cestas básicas.

19 de novembro de 2006
A premissa de um dia fomos capazes de entender as transferências de essência no mundo natural é falha, mas as reflexões que seguem sobre como desenvolver essa sabedoria são boas.
E já sabíamos do colapso ambiental entre 2020/50

3 de novembro de 2006 
Foi uma das primeiras vezes que percebi que mergulhávamos na percepção do caos para despertarmos para a necessidade de mudança e de mobilização social para buscar equilíbrio.
No entanto não via ainda a articulação artificial para escalar a percepção de caos com o fim de controlar a sociedade. E ainda não despertamos. Continuamos em… Nós estamos em descendente? Talvez não. É um ponto que merece reflexão.
Anotação feita em 27 de abril de 2020.

1 de novembro de 2006
O post é para divulgar uma iniciativa de apoio a pessoas em situação de rua ou hipossuficiência, mas contém uma reflexão que ainda é atual:
"Isso é um problema grande porque, em vez de nos unirmos para reencontrar nossas origens com os brasileiros dos campos e compartilhar as conquistas dos brasileiros das cidades, acabamos pulverizados e vulneráveis aos ventos e às intempéries de qualquer político corrupto ou corporação sem alma."
Já registrava o esforço de polarização e sugeria um caminho de cura para a sociedade. Devíamos ter escrito mais sobre isso…

9 de outubro de 2006
"Em geral os que sentem atração por esses horrores tentam se desumanizar para não sentir mais medo. Eles estão em pânico."
Vale para antivaxes e negacionistas da covid-19...
Na época não percebi. O post fala do uso do email para mandar fotos horríveis de acidentes. Teve uma onda disso entre amigos. Ainda existe. Não considero que seja articulado, mas é um fenômeno que cresce conforme cresce nosso medo: a negação da realidade.